Atividades e exercícios Português 5o ano

Curso de Alfabetização online

Português – Módulo I

Conteúdos
Leitura e interpretação de texto
Substantivos: próprio, comum, simples, composto, primitivo e derivado
Artigos definidos e indefinidos
Adjetivo e locução adjetiva
Separação silábica e classificação quanto ao número de sílabas

Objetivos de aprendizagem
Desenvolver habilidades e estratégias para a leitura e escrita
Reconhecer, localizar, classificar, diferenciar e empregar corretamente substantivos, artigos, adjetivos e locuções adjetivas.
Separar corretamente as sílabas das palavras, classificando quanto ao número de sílabas.

Poucas palavras:

Substantivos: próprio, comum, simples, composto, primitivo e derivado
Próprio – refere-se a um ser específico. Ex: Brasil, Pedro, Nova Iorque, Jesus Cristo
Comum – não é individual, específico mas de forma genérica, de toda espécie. Ex: país, garoto, cidade, personalidade.
Simples – formados por um só radical. Ex: fruta, terra, pau.
Compostos – formados por mais de um radical. Ex: fruta-pão, cavalo-vapor, pau-brasil.
Primitivos – não resultam de nenhuma outra palavra preexistente. Ex: Terra, pedra, mar, folha.
Derivados – oriundos de outras palavras existentes. Ex: terraplanagem, pedreira, maremoto, folhagem

Questões

Leia o texto e responda às questões a seguir.

A Zebrinha Preocupada
Lúcia Reis

Era uma vez uma Zebrinha listrada que vivia muito preocupada em uma savana africana.
Como todas as outras zebras que viviam por lá, esta Zebrinha também tinha listras pretas e listras brancas que pareciam um belo pijama.
Se não fosse por um pequeno detalhe, a Zebrinha não teria nenhum problema: suas listras eram deitadas.
A Zebrinha ficava muito chateada. Por onde passava todo mundo comentava:
– Lá vai ela, a Zebra de listras deitadas!
A Zebrinha ficava tão triste que chorava.
Até que um dia, a Zebrinha, no meio de um passeio, conheceu uma Girafa muito estranha.
Como todas as outras girafas que viviam por lá, esta também era amarela com pintas marrons.
Se não fosse um pequeno detalhe, a Girafa não seria estranha: suas pintas eram quadradas.
Conversa vai, conversa vem, e a Zebrinha disse para a amiga nova o que a incomodava:
– São todas estas listras deitadas!!!
– Tremenda besteira! Tremenda bobagem! – respondeu a Girafa.
– Eu gosto muito de ser quadriculada!
– Ora bolas! Quer saber de uma coisa?
Cansei de andar estressada. É isso mesmo, grande amiga Girafa! Em pé ou deitada, a posição da listra não é o que realmente interessa!
– Então, Zebrinha, vamos acabar logo com esta história e vamos brincar depressa!
E assim a Zebrinha nunca mais viveu preocupada!
1. O que a Zebrinha e a Girafa tinham em comum?
2. Que lição a Girafa ensinou à Zebrinha?
3. O que você diria à Zebrinha se a encontrasse antes da Girafa?
4. Circule somente os substantivos que antecedem adjetivos no texto.

5. Circule os substantivos comuns e sublinhe os próprios nas frases abaixo.
a) O trem das onze. b) Linha do Equador c) Alegre menina
d) Mundo da criança e) O caderno f) Garota de Ipanema
g) Faltando um pedaço h) Flor de Lis i)

Prepare-se para o Verão!

Singles’ Day Sale. Invest in yourself. Courses as low as ₹ 432.

Mega Saldão. Livros com até 90% de desconto. Preços imperdíveis para todos gostos e bolsos. Confira!

Descontos em Xiaomi com Frete Grátis (Xiaomi Mi Play Preto E Xiaomi Mi 8 Lite Preto)

6. Classifique os substantivos abaixo como primitivo ou derivado.
a) foto ____________ b) livro ____________ c) dentista ______________
d) livreiro ___________ e) pedreira _____________ f) folha _______________
g) luz _______________ h) grama ______________ i) peixaria ______________

7. Para cada substantivo primitivo escreva um derivado.
a) jornal _______________ b) limão ______________ c) ferro _______________
d) mar _________________ e) sorvete _____________ f) livro _______________
g) fogo ________________ h) flor ________________ i) vidro _______________

O REINO DA ALEGRIA
Rosane dos Santos Pires

Existe um Reino, em um planeta distante onde o Rei proibiu os seus súditos de sorrir, pois se achava muito feio e quando via alguém sorrindo, logo pensava:
– Devem estar rindo de mim.
Mas todas as pessoas consideravam o Rei um ótimo sujeito, bondoso, caridoso, que gostava da natureza, um ecologista nato até o dia do tal decreto.
E o tempo foi passando…
A tristeza foi invadindo o Reino, as crianças não brincavam mais, as flores não tinham mais o mesmo colorido, o canto dos pássaros não soava como antes e os mesmos mal saíam dos ninhos, o brilho do Sol ficou mais fraco e em consequência a floresta começou a morrer…
Em um de seus passeios a cavalo pelo bosque o Rei percebeu que havia algo de errado!
Voltou para seu castelo e chamou o conselheiro do Reino. Um velho sábio, seu nome era Eurico e perguntou-lhe:
– Eurico meu amigo, o que está acontecendo com o nosso Reino?
E respondeu-lhe de prontidão o velho sábio:
– Meu Rei, seu decreto proibindo que as pessoas do Reino sorrissem, fez com que todos se entristecessem e a atmosfera de nosso Reino ficasse sombria, então a tristeza tomou conta de tudo, contagiando os elementos da natureza.
O sorriso traz alegria, e a alegria o contentamento e a paz.
Mas estando triste, tudo ao redor perde o encanto.
E continuou o sábio…
– Meu Rei, a sua beleza vem do interior de seu coração, pelos seus gestos de bondade e carinho pelo povo.
Reflita quanto a sua decisão.
E deixou o Rei a sós.
O Rei começou a refletir sobre as palavras de Eurico…Refletiu, refletiu, e as horas foram passando e o Rei adormeceu.
E começou a sonhar, sonhou que seu Reino estava na escuridão, que não existia mais cores e que tudo havia se transformado em preto e exclamou:
– Não, não posso deixar que isso aconteça.
Sem hesitar, saiu em disparada pelas ruas do Reino e ordenou que todos voltassem a sorrir.
Sorriam, sorriam, nosso Reino é o Reino mais feliz do Universo! Os meus súditos são os melhores súditos do mundo!
As pessoas rodearam o Rei e começaram a rir, a gargalhar como que numa explosão de algo que estava sufocando no peito.
Riram muito, muito mesmo junto com o Rei, que de repente sentiu uma sensação nova o contagiando:
– Puxa, nunca me senti assim, tão bem, tão feliz, tão BELO.
O sábio tinha razão, a verdadeira beleza nós temos que extraí-la do nosso interior, e não há nada melhor do que fazermos os outros felizes, isso faz com que nossa alma fique leve e nos sentimos bem conosco mesmo.
E este Reino tornou-se o Reino da Alegria, onde o verde é mais verde, as flores são belas e coloridas como em nenhum outro lugar, e as pessoas tem no rosto um belo e contagiante sorriso e em seus corações um profundo sentimento de amor e gratidão pelo mais belo Rei que qualquer Reino poderia ter.

8. Qual era o nome do sábio?
9. O que motivou o Rei a editar o decreto e o que estava escrito nele?

10. Qual o resultado da conversa do Rei com o Eurico?

11. Escolha até cinco substantivos simples do texto e os transforme em substantivos compostos.

12. Encontre, no texto, seis palavras com mais de duas sílabas e faça a separação silábica.

13. Qual o artigo definido mais encontrado no texto?
14. Há diferença nas frases abaixo? Qual?
a) Um dia todos verão balões subirem no céu ensolarado.
b) O dia estava ensolarado enquanto os balões subiam.

14. Sublinhe os substantivos simples e circule os substantivos compostos nas frases abaixo.
a) Bruno foi ao parque e viu um tamanduá-bandeira.
b) Foi encontrado no recife um cavalo-marinho.
c) O pai do menino não encontrou pão-de-ló.
d) A cocada parecia um girassol.
e) Papai gosta de olho-de-sogra.
f) O porta-mala estava cheio para a viagem.
g) Havia muito pernilongo na casa da fazenda.

14. Classifique e separe as sílabas das palavras abaixo.
Papai dissílabo – Pa – pai
a) Recreio _____________ – ___________________
b) Guitarra _____________ – ____________________
c) Cooperação _____________ – _________________
d) Delícia ______________ – ___________________
e) Relógio ______________ – ___________________
f) Passarinho _____________ – __________________
g) Carrinho ______________ – __________________
h) Adolescente ___________ – __________________
i) Samurai _______________ – __________________
j) Caixa _______________ – ___________________
k) Respeito ______________ – __________________

15. Escreva o adjetivo correspondente para as locuções abaixo.
a) da lua – ________________ b) de ar __________________ c) da boca _________________
d) de dedo – _________________ e) de anjo ________________ f) da face __________________
g) de jovem – ________________ h) luz do sol ______________ i) de boi __________________
j) do lago – __________________ k) da família ______________ l) peixe do mar ______________
m) ambiente sem cheiro _______________ n) amor de pai _____________ o) de guerra ___________

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.